FUNDO%202_edited.jpg

O SER mãe

Ser mãe ao contrário de o que muitos pensam não é somente dar a vida, alimentar, cuidar e educar um filho. É adaptar-se a diversidades todos os dias além de se reinventar a cada desafio encontrado.

A maioria das mães é um pouco psicóloga, médica, professora, cozinheira e um monte de outras coisas que vão aparecendo. O mais interessante, mas também desesperador [risos], é que com o passar do tempo as atribuições aumentam, em vez de diminuir.

Um dos diversos questionamentos que pairam sob quem sonha com a maternidade, é: “Será que serei capaz? “

Como mulher e mãe, trago aqui um pouco de minha experiência no intuito de ajudar.


Apesar de vivermos em um país ainda em evolução quando o assunto é ser mãe, tenha a certeza de que somos verdadeiramente capazes de exercer a maternidade se assim quisermos, é apenas uma questão de decidir.

O importante é compreender que a missão será desafiadora, não só pelo fato de sermos mulheres, em uma sociedade ainda estruturalmente machista, preconceituosa e pouco compreensiva. Mas também porque, apesar da maternidade termos que lidar com o fato de sermos casadas ou solteiras, de querermos ser donas do próprio nariz, e de muitas vezes termos grandes aspirações profissionais, precisando muitas vezes trabalhar em um, dois ou mais empregos.

Ser mãe é estar disposta, mesmo sem folga, descanso, ou sequer um momento para estabilizar-se física e mentalmente.

Nós mulheres nascemos fortes. E a verdade, nua e crua, é que se quisermos, conseguimos nos encaixar nos mínimos espaços, nos apresentando firmes em situações hostis, em posições ou cargos que muitos gostariam de estar.

Mesmo diante de muitas dificuldades, encontramos muitas mães dispostas a dar o melhor aos seus filhos, mães dedicadas, batalhadoras, determinadas e amorosas. Mulheres empoderadas que se colocam abertas a críticas visando deixar um bom legado para seus filhos.

Sentimos medo? Claro. Existem aqueles dias em que estamos desmotivadas e sem forças para enfrentar qualquer coisa? Sim, e é normal. Ser responsável por outra vida pode ser assustador. Mas acredite, o amor e a coragem superam tudo.

1.png